Pages

23 de fevereiro de 2014

Sobre o garoto que colecionava amores



era o meu garoto azul-céu
na hora errada
com palavras inalcançáveis
e cantigas que nunca poderiam ser
de ninar.

eu quis
você
queria alguém
e as vírgulas ficam por conta 
de quem nos ler.


desculpas

in
ter
mi
veis

em uma noite 
(quase fria)
de domingo.


cartas na mesa
história mal começada
mal terminada.


e você não se chamava Pedro
apesar de parecer
e eu não poderia amá-lo
apesar de.


pode sumir agora
(se quiser)
porque verde é minha cor menos favorita 
no mundo que eu nunca aceitaria vermelho.


só não esquece da bagagem
e dos toques
e dos sorrisos
porque o silêncio já é de casa
não iria embora.


e para não dizer que tudo é vão:
você foi minha prosa

quando mais precisei de poesia.

4 comentários:

M. Deméter disse...

MAS PELO AMOR. QUE COISA MAIS LINDA É ESSA?
Dine, cê tem que avisar quando tem coisa nova pra gente ler, porque é triste não te ler e é mais que lindo te ler e parei.


"você foi minha prosa
quando mais precisei de poesia."
final perfeitoso. own.

Dine disse...

Ah, que lindo que cê gostou do final! Eu geralmente tenho as ideias a partir deles, haha. Obrigada, Maahzoca <3

Samantha Coelho disse...

Preciso cotar por motivos de: porque sim!

''e você não se chamava Pedro
apesar de parecer
e eu não poderia amá-lo
apesar de.

..

só não esquece da bagagem
e dos toques
e dos sorrisos
porque o silêncio já é de casa
não iria embora.


e para não dizer que tudo é vão:
você foi minha prosa

quando mais precisei de poesia.''

inlove <333333333333333333333

Dine disse...

<3 <3 <3

Postar um comentário