Pages

12 de janeiro de 2013

Sinto muito



Sinto muito, coração.
Não tem sentimento.
Não tem medo.
Só tem distância.
(cortante!)

Sinto muito, amizade.
Não tem carinho.
Não tem constância.
Só tem saudade.
(distante...)

Pediste para ficar.
(Fiquei!)
Pediste para amar.
(Amei...)
E veja bem o que é que restou.

Se desejar é isso...
Não desejo.
Se cortejar é isso...
Não cortejo.
Se morrer é isso...
Eu morro!

(Para parar de sentir...)

2 comentários:

Samantha Coelho disse...

Ahhhhhh para com isso! Como nunca havia lido esse poema super mega lindo? Não pode isso produção!!! AMEI! Não sei porque ainda fico com o queixo pra baixo ao ler seus poemas, tão cheios de sentimentos, de emoções e de lindeza <3333

Dine disse...

Tem poemas que eu nem me lembrava de ter escrito ao mesmo tempo que me recordo perfeitamente a situação que me levou a eles. Obrigada por trazer as memórias de volta, moms <3

Postar um comentário